sábado, 23 de abril de 2011

Top 10 de RC, por Vinícius Faustini - 1966




Olá, amigos.

Seguindo com meu TOP 10 de RC, hoje chego ao ano de 1966. Eis o repertório:

LADO A

1 - Eu te darei o céu, de Roberto Carlos e Erasmo Carlos

2 - Nossa canção, de Luiz Ayrão

3 - Querem acabar comigo, de Roberto Carlos

4 - Esqueça (Forget him), de Mark Anthony, com versão de Roberto Côrte Real

5 - Negro gato, de Getúlio Côrtes

6 - Eu estou apaixonado por você, de Roberto Carlos e Erasmo Carlos

LADO B

1 - Namoradinha de um amigo meu, de Roberto Carlos

2 - O gênio, de Getúlio Côrtes

3 - Não precisas chorar, de Édson Ribeiro

4 - É papo firme, de Renato Corrêa e Donaldson Gonçalves

5 - Esperando você, de Helena dos Santos

6 - Ar de moço bom, de Niquinho e Othon Russo

Depois de lançar quatro álbuns com letras mais descompromissadas, falando de brotos e de carrões, naquele ano, RC usou suas 12 faixas para evidenciar sua maior característica como intérprete e como compositor: ser explosivamente amoroso.

O disco abre com Eu te darei o céu (visto por alguns como uma "redenção" pela irreverência de Quero que vá tudo pro inferno, o que acho, com todo o respeito, um "achismo" sem fundamento), uma promessa cantada aos brados por Roberto e Erasmo, no qual a insegurança da perda do belo amor leva a dizer que vai dar o céu e o amor de presente. A segunda canção, aliás, Nossa canção, assinada por Luiz Ayrão, já associa o amor à profissão de RC, e mostra o lamento de quem recorre ao dedilhar de um violão e à cantoria para amenizar uma ausência.

No LP basicamente formado por canções brasileiras, há apenas uma música que foi vertida de canção estrangeira - e a letra de Esqueça feita por Roberto Côrte Real transformou a insossa Forget him num sucesso constante ao falar de RC. A canção seguinte é Negro gato, assinada por Getúlio Côrtes, compositor constante nas décadas de 1960 e 1970, e que em 1966 ainda escreveu uma música interpretada no lado B do disco - O gênio, narrativa em história em quadrinhos com direito à moral da história "tudo fácil valor nunca traz". Um dado curioso sobre Negro gato: a letra original de Getúlio Côrtez traz o verso "e toda minha vida sempre dei azar", que RC alterou para "e essa minha vida é mesmo de amargar"

Outros compositores constantes dos anos 60 confirmaram presença neste disco de 1966. Helena dos Santos, com a balada de amor Esperando você, Édson Ribeiro com a linda Não precisas chorar e a dupla Niquinho e Othon Russo com a responsável por encerrar o disco - Ar de moço bom(o título refletia a imagem que RC passava para os fãs do programa Jovem Guarda, que apresentava nas jovens tardes de domingo da TV Record). Mas o melhor presente seria mesmo o mandado por Renato Correia e Donaldson Gonçalves: eles apresentaram a Roberto e aos ouvintes uma garota "papo firme", na música É papo firme.

Encerrando o lado A, o disco de 1966 traz Eu estou apaixonado por você, singela canção de amor feita por Roberto e Erasmo que traz um dedilhar de violão irresistível.

O lado B abre com RC em momento de descontração ao confessar para o ouvinte o fato de estar amando justamente a namorada de um amigo. A acelerada Namoradinha de um amigo meu é assinada apenas por Roberto - em função de um rompimento de cerca de um ano na amizade com o parceiro Erasmo.

A música que destaco deste LP também é assinada apenas por Roberto Carlos. E, mais de 40 anos depois, a letra da música continua a ser uma realidade - querem acabar com ele, prosseguem a desmerecer sua obra, mas, nessas décadas todas, continuam não conseguindo.

Segue a letra! E, na foto, a capa do meu segundo disco no "TOP 10".

Abraços a todos, Vinícius.

QUEREM ACABAR COMIGO
- Roberto Carlos

Querem acabar comigo
Nem eu mesmo sei por que
Enquanto eu tiver você aqui
Ninguém poderá me destruir

Querem acabar comigo
Isso eu não vou deixar
Me abrace assim
Me olhe assim
Não vá ficar longe de mim

Pois enquanto eu tiver
Você comigo
Sou mais forte
Para mim não há perigo

Você está aqui
E eu estou também
Com você
Eu não temo ninguém

Você sabe bem
De onde eu venho
E no coração
O que tenho

Tenho muito amor
E é só o que interessa
Fique sempre aqui
Pois a verdade é essa

Mas querem acabar comigo
Nem eu mesmo sei por que
Enquanto eu tiver você aqui
Ninguém poderá me destruir

Uou, uou, querem acabar comigo
Uou, uou, isso eu não vou deixar...

Nenhum comentário: